Mais técnicas de coleta de água

Autor: 
Charles Bryant

Se sua energia estiver baixa, você vai querer evitar as escavações envolvidas no processo do alambique subterrâneo. Você pode utilizar a técnica da transpiração para coletar água. Tudo o que você precisa é de uma sacola de plástico limpa.

 

  • De manhã, pegue uma sacola e amarre-a ao redor de um arbusto ou de um galho de árvore com folhas.
  • Faça um peso no interior com uma pedra para criar um ponto mais baixo onde a água será coletada.

 

Sacola de transpiração.

Durante o período de um dia, a planta irá transpirar e produzir umidade que será coletada no ponto baixo. Faça um buraco para beber a água ou despeje-a em um recipiente para poder consumi-la mais tarde.

 

 

Se estiver perto da costa, um poço de praia é uma excelente maneira de conseguir água potável. Cave um buraco com 90 a 150 cm na depressão atrás da primeira duna de areia. Isso é normalmente a cerca de 30 m da linha da água. Coloque pedras na parte de baixo do poço para evitar que areia fique muito ativa e alinhe as laterais com madeira se for possível. Isso evita que as paredes se desmanchem. Em poucas horas podem ser extraídos até 20 litros de água filtrada. Se estiver muito salgada, você deve mover-se um pouco mais para trás da segunda duna de areia.

 

Poço de praia

 

Essa técnica do poço funciona próxima de qualquer fonte de água. Cave poços de pântanos e lagos mais próximos da água do que na versão da praia. O mesmo método também funciona no deserto durante a estação úmida; apenas cave no ponto baixo entre as dunas, próximo da vegetação. Procure por solo úmido em leitos de rios secos e terá chances de encontrar água embaixo deles.

Não beba a água
­
Giardíase
(em inglês) é a doença mais comum adquirida pela água contaminada. Giardia lamblia é um parasita que vive nos intestinos dos humanos e dos animais. A contaminação direta se faz por transferência dos cistos através de mãos sujas de fezes para a boca e indiretamente pela ingestão de alimentos ou água contaminados.

Cólicas, náusea e diarréia são os sintomas mais comuns de giardíase. Os sintomas podem não se manifestar por duas semanas, mas quando presente, pode durar até seis semanas.

Criptosporidiose é outra doença adquirida pela água envolvendo parasitas encontrados nas fezes. Os mesmos sintomas da giardíase são apresentados com mais gravidade. Ambos os parasitas podem ser encontrados no solo e também na vegetação, então os alimentos devem ser bem lavados antes de serem consumidos e lembre-se: você deve sempre ferver a água, mesmo se ela parecer limpa e clara.

­

­Agora que coletamos a água, é hora de purificá-la.